Agropecuária acusa MST de invadir fazenda de Daniel Dantas

Portal Terra

BELÉM - A Agropecuária Santa Bárbara, responsável pela fazenda Maria Bonita, no sul do Pará, acusou o MST de praticar atos de vandalismo no local na madrugada de terça para quarta-feira, segundo o jornal Folha de S.Paulo. A fazenda, que tem como sócio o banqueiro Daniel Dantas, fica em Eldorado dos Carajás, cidade onde 19 militantes do MST foram assassinados em 1996.

Segundo a agropecuária, os invasores destruíram casas de funcionários, queimaram tratores e currais e mataram 28 bois. A agropecuária também informou que um monomotor da empresa foi utilizado para retirar famílias do local na ocasião.

O monomotor teria caído em uma das viagens após decolar com 8 pessoas a bordo, sendo quatro crianças. Todos sobreviveram. O governo do Pará destinou agentes da Delegacia de Crimes Agrários para investigar o caso, assim como tropas da Polícia Militar.

Parte da fazenda é ocupada pelo movimento desde 2006, sob o argumento de que a fazenda é uma área grilada. O MST respondeu ao jornal que realizou um protesto pacífico, sem atos de violência, assim como questionou a veracidade de atos de destruição, que teriam sido registrados por fotos. A assessoria do MST duvida que as fotos tenham sido tiradas por integrantes do movimento na madrugada de quarta.