Sarney deve fechar Fundação que leva seu nome

Portal Terra

BRASÍLIA - O presidente do Senado José Sarney fechará a Fundação que leva o seu nome, instalada no Maranhão e envolvida em diversas denúncias de irregularidades, segundo a edição desta segunda do jornal Folha de S.Paulo. A Fundação contém todo o acervo do seu período na Presidência da República, incluindo 220 mil documentos e 37 mil livros doados.

Sarney teria tomado essa decisão devido às denúncias que envolveram a Fundação, que interromperam o aporte financeiro à entidade. Segundo a Folha, o senador afirmou que a manutenção da fundação custa cerca de R$ 70 mil mensais, quantia que Sarney não pode disponibilizar.

Ao jornal, Sarney lamentou que o Brasil não tenha uma grande biblioteca com documentos históricos de um ex-presidente e disse que irá procurar uma instituição para doar o acervo.