Polícia divulga nome de sertanejo preso por tráfico em SP

Portal Terra

SÃO PAULO - A Polícia Federal (PF) de Jales (SP) confirmou que o cantor sertanejo preso na noite de domingo, em uma ponte na divisa entre os Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, é Glaucinei José de Queiroz, 40 anos. Ele e o irmão Glaucimar fizeram muito sucesso em 1993. A dupla entrou em decadência após Glaucimar ser preso em São Paulo por tráfico de drogas naquela década, segundo a polícia.

Policiais federais prenderam Glaucinei e um outro homem transportando 7 kg de cocaína escondidos no tanque de combustível de um veículo Gol. A prisão ocorreu próximo à ponte Rodoferroviária, no lado paulista. No momento da abordagem, um dos investigados fugiu. Foram feitas buscas na região, porém, o fugitivo não foi localizado.

Segundo a PF, investigações preliminares indicavam que dois irmãos do município de Santa Fé do Sul (SP) estariam traficando cocaína que era adquirida no município de Corumbá (MS). A dupla contaria com o apoio de um motorista do município de Campo Grande (MS), que foi preso com o cantor. A droga era transportada até uma chácara, onde era retirada dos veículos e armazenada para posterior distribuição na cidade e região.

O cantor e o motorista prestaram depoimento ao delegado da Polícia Federal de Jales, Cristiano Pádua, durante a noite de domingo e a madrugada desta segunda-feira. Nesta manhã, foram levados, por volta das 8h, para a cadeia de Santa Fé do Sul (SP).

Os dois presos responderão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Se condenados, poderão pegar pena que varia entre 5 a 25 anos de reclusão.