Sarney promete colocar em prática reforma proposta pela FGV

Portal Terra

BRASÍLIA - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmou nesta sexta-feira que vai colocar em prática a reforma administrativa que há pelo menos seis meses a Fundação Getúlio Vargas, contratada pela Casa, vem elaborando. Matéria publicada no jornal O Estado de S. Paulo alega que nove meses depois de tomar posse com a promessa de enxugar os gastos do Senado, Sarney ainda não tirou a reforma do papel.

- O processo está razoável. Uma reforma dessa complexidade não se pode fazer em 24 horas numa estrutura como a do Senado - afirmou, acrescentando que deu prazo de dez dias para que a FGV resolva as "incompatibilidades" entre a Fundação e o Senado na redução da estrutura da Casa.

- Há divergência entre a Casa e a FGV. Dei prazo para compatibilizar -acrescentou.

Sarney prometeu na próxima semana submeter à Mesa Diretora o relatório da FGV que, em seguida, será encaminhado ao plenário. - Só não mandei esta semana porque o primeiro-secretário estava fora - explicou.

O presidente do Senado também prometeu acabar com os funcionários fantasmas na Casa. Mais de 800 funcionários ainda não responderam ao cadastramento anual. - Fantasma, se tiver, vamos exorcizar todos - concluiu.