Camargo Corrêa pode levar R$ 7 bilhões de indenização da União

JB Online

BRASÍLIA - O STJ (Superior Tribunal de Justiça) julga nesta terça-feira, a partir das 14h, uma ação indenizatória bilionária do grupo empresarial Camargo Corrêa à União, informa reportagem desta terça-feira do jornal Folha de S. Paulo.

A ação, de 1994, poderá obrigar a Eletronorte a pagar até R$ 7 bilhões de indenização ao Cnec (Consórcio Nacional de Engenheiros Consultores), empresa do grupo Camargo Corrêa que prestou consultoria à Eletronorte nos anos 70/80. A Cnec ajuizou a ação de cobrança por "custos financeiros".

De acordo com a Folha, o Palácio do Planalto está preocupado com o eventual impacto negativo da indenização. A AGU (Advocacia-Geral da União) foi acionada para priorizar a causa.