Ex-PM é preso suspeito de torturar filho e amante em SP

Portal Terra

SÃO PAULO - O ex-policial militar Benedito Cardoso, suspeito de torturar e manter em cárcere privado a amante e um de seus filhos, foi preso na noite de quarta-feira em Arujá, na Grande São Paulo. O policial mantinha duas famílias e dez filhos. A amante do suspeito afirmou ser vítima de maus tratos há 17 anos.

Um dos filhos mais velhos contou que era forçado a trabalhar até 16 horas por dia e que foi torturado várias vezes pelo pai. O garoto fugiu de casa no mês passado.

O jovem e a mãe, que era amante do ex-PM, foram à delegacia na noite de quarta e denunciaram ele. O policial foi levado para o distrito policial e preso por cárcere privado, ameaça, tortura, serviço escravo e violência doméstica.

A PM encontrou uma foice e uma cadeira de rodas que teriam sido usadas por Cardoso para torturar o filho. O homem nega todas as acusações.