Vereador mais votado de SP diz que PSDB foi preconceituoso

Portal Terra

SÃO PAULO - Gabirel Chalita, o vereador mais votado do Estado de São Paulo, disse em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, deste sábado, que o PSDB foi preconceituoso com ele. O parlamentar deixou o partido tucano alegando falta de espaço e deve se filiar ao PSB na terça-feira.

Chalita disse que gostaria de ser mais respeitado no partido tucano, em virtude de ter sido o vereador mais votado. Ele afirmou que nunca fez parte da executiva do partido, nem conseguiu se reunir com o governador José Serra. - Fui tratado de uma forma preconceituosa no PSDB - disse ele ao jornal.

Chalita ressaltou que escolheu o PSB em virtude de personalidades políticas que integram a legenda. Entre elas, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, a ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundina e o educador Paulo Freire.

Ele disse que tentou avisar Serra sobre sua saída do PSDB, mas a reunião sempre era adiada.