TCU bloqueia R$ 5,2 milhões de obra do PAC

Portal Terra

SÃO PAULO - O Tribunal de Contas da União (TCU) ordenou o bloqueio de R$ 5,2 milhões que seriam destinados, pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), à construção de casas populares em Brasília. As 1.290 casas estão sendo construídas em parceria com o governo do Distrito Federal. De acordo com o TCU, algumas teriam sido entregues sem itens previstos no contrato de licitação, segundo informou, neste sábado, o jornal Estado de S. Paulo.

Segundo o TCU, foram identificadas falhas na licitação e na execução das obras, cujo total é avaliado em R$ 72 milhões. O valor excedente, de R$ 5,2 milhões, foi caracterizado pela falta de itens como soleiras de mármore ou granito, chapiscos e vidros, que não teriam sido entregues, apesar de terem sido previstos e pagos.

Ainda segundo o TCU, a fiscalização por parte do governo do DF foi deficiente. Na inauguração das obras, em 15 de junho, estiveram presentes a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e o governador José Roberto Arruda (DEM).

A administração do governador José Arruda alegou ao Estado de S. Paulo que os valores pagos indevidamente seriam descontados no fim do contrato.