Vagas que serão cortadas no Senado não estão ocupadas

Marina Mello , Portal Terra

BRASÍLIA - Interlocutores que participaram da reunião da mesa diretora do Senado nesta quinta-feira afirmaram que os 500 cargos da atual estrutura que o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), anunciou que extinguirá são efetivos e estão vagos, o que significa que ninguém será demitido.

As vagas que estão desocupadas pertencem a servidores que se aposentaram e a Casa não preencheu o cargo com novos funcionários. O Senado não gasta nada para manter as 500 vagas que serão cortadas.

Sobre os cargos comissionados e terceirizados, apontados como a grande fonte de gastos na Casa por serem vagas preenchidas com base na indicação política, o Senado não anunciou nenhum corte. As autoridades dizem apenas que estão sendo feitos estudos para que cortes sejam feitos no futuro.