Casa que explodiu fabricaria fogos sem permissão, diz polícia

Hermano Freitas, Portal Terra

SANTO ANDRÉ - A Polícia Civil de Santo André informou que a casa de fogos de artifício que explodiu nesta quinta-feira tinha alvará de funcionamento, mas bombeiros encontraram indícios de fabricação de fogos de artifício. "A loja estava correta. O que não estava correto é o que ele fazia nos fundos", afirmou o prefeito da cidade, Aidan Ravin.

A explosão causou um incêndio de grandes proporções na rua Américo Guazelli, na altura do número 200, por volta das 12h30. Pelo menos duas pessoas morreram e outras seis ficaram gravemente feridas, segundo os Bombeiros. Mais duas pessoas estão desaparecidas. As vítimas ainda não foram identificadas.

A rua, sem saída, foi interditada para o trabalho dos Bombeiros. Segundo o empresário Rodrigo Duarte, dono da empresa de transportes Roduart, que ficava atrás do local do incêndio, a casa de fogos desabou completamente e os bombeiros buscam por mais vítimas nos escombros. As vítimas foram levadas para o Centro Hospitalar da cidade, onde estão sendo concentrados os atendimentos.