MST ocupa o Ministério da Fazenda

JB Online

BRASÍLIA - Mais de três mil trabalhadores rurais do MST e da Via Campesina ocuparam, nesta manhã o prédio do Ministério da Fazenda, em Brasília. Os manifestantes exigem que o Governo Federal invista na promoção da reforma agrária no país, além do desenvolvimento dos assentamentos já instituídos.

O MST exige o descontingenciamento de R$ 800 milhões do orçamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para este ano e aplicação na desapropriação e obtenção de terras, além de investimentos no passivo dos assentamentos.

Parte significativa das famílias acampadas do MST está à beira de estradas desde 2003. O ato também exige o assentamento das 90 mil famílias acampadas pelo país e o investimento em habitação, infraestrutura e produção de 45 mil famílias que estão assentadas apenas no papel.

A ação faz parte da Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária que acontece em todo o Brasil.