Baixo nº de multas mostra que paulista entendeu lei antifumo

Agência Brasil

SÃO PAULO - Foi considerado baixo o número de autuações no primeiro fim de semana de proibição do fumo em locais fechado de uso coletivo, no estado de São Paulo. Para o secretário de Saúde, Luiz Roberto Barradas, o resultado revela que a população está respeitando a lei. "O primeiro fim de semana da lei antifumo mostrou que a lei pegou", disse em entrevista após a inauguração, hoje (10), do novo edifício do Hospital do Coração (HCor).

Segundo a Secretaria de Saúde, dos 3.864 estabelecimentos onde os fiscais estiveram no estado apenas 50 foram autuados. Na cidade de São Paulo, município com o maior número de autuações, os fiscais visitaram 1.558 estabelecimentos e aplicaram 13 multas.

A Lei 13.541/09, que proíbe o fumo em qualquer lugar fechado de uso comum, entrou em vigor no estado de São Paulo na quinta-feira (7).

De acordo com a Secretaria de Saúde, as ações de fiscalização continuarão a ocorrer diariamente, em horários variados, incluindo as madrugadas. Também está prevista a possibilidade de um ou mais estabelecimentos serem fiscalizados mais de uma vez no mesmo dia.