Esposa de Sarney é internada em São Paulo

Jornal do Brasil

SÃO PAULO - A mulher do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), Marly Sarney, foi transferida para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na tarde deste domingo. Segundo o hospital, Marly chegou ao local por volta das 15h, realizou uma série de exames médicos ao longo da tarde e passa bem.

Dona Marly, 77 anos de idade, recebia cuidados médicos em um hospital de São Luís desde a quinta-feira passada, quando sofreu uma queda em sua própria casa, na capital maranhense, depois de tropeçar em um tapete. Marly teve quatro fraturas no ombro direito devido ao acidente. De acordo com assessoria de imprensa da presidência do Senado, Sarney está muito abalado com o ocorrido e preocupado, principalmente por causa da idade de sua esposa.

Sarney e Marly chegaram de helicóptero ao Hospital Sírio-Libanês, onde a esposa do presidente do Senado deve ser submetida a uma cirurgia. Segundo as informações da assessoria de imprensa da presidência do Senado, a partir da análise dos exames aos quais Marly se submeteu na tarde deste domingo, a equipe médica determinaria se a cirurgia seria realizada ainda na noite deste domingo ou nesta segunda-feira.

Apesar da queda ter ocorrido na quinta-feira, os médicos de Marly Sarney recomendaram que ela permanecesse até a manhã de ontem em São Luís. A medida foi adotada como precaução, a fim de estabilizar o estado de saúde da esposa de Sarney antes de transportá-la para São Paulo, uma vez que Marly também sofre de diabetes e pressão alta.

No centro de uma crise no Senado por conta de uma série de acusações envolvendo a edição de atos secretos, José Sarney preferiu, até a noite de ontem, não conversar com a imprensa. (Com agências)