Corpo de ex-campeão mundial de boxe deixa o Recife

Portal Terra

RECIFE - O corpo do ex-campeão mundial de boxe Arturo Gattti deixou Recife durante a madrugada e seguiu para o Rio de Janeiro, de onde vai para o Canadá, onde será sepultado. O boxeador foi morto no último sábado em um flat na praia de Porto de Galinhas, no litoral sul de Pernambuco. A mulher de Arturo, Amanda Rodrigues, 23 anos, é a principal suspeita do crime e está presa na Colônia Penal Feminina do Recife.

A liberação do corpo do pugilista foi realizada na tarde de ontem por um irmão e um sobrinho de Gatti. Os dois vieram do Canadá ao Recife, onde fizeram o reconhecimento do corpo no Instituto de Medicina Legal (IML). Assim que foi liberado, o cadáver foi embalsamado no Cemitério Morada da Paz, no município do Paulista, na região metropolitana.

O advogado de defesa de Amanda Rodrigues, Célio Avelino, entrou com um pedido de relaxamento da prisão, na comarca de Ipujuca. A solicitação deve ser analisada hoje. Já o filho do casal, um bebê de 10 meses, está sob a guarda da tia, irmã de Amanda.