Senado vai cortar 29 diretorias e reduzir gastos em 40%

Portal Terra

BRASÍLIA - O primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), anunciou nesta quarta-feira que a Casa vai reduzir o número de diretorias de 38 para nove. O senador confirmou ainda a redução dos gastos do Senado em 40%. As medidas são parte de uma proposta apresentada por um grupo de servidores que fez 500 sugestões no sentido de reduzir cargos comissionados. Heráclito não informou, no entanto, onde os cortes serão feitos.

- Eu estou muito satisfeito porque os números estão muito próximos. Vocês não vão gostar, mas o número de diretorias vai ficar reduzido a sete diretorias e mais duas outras funções tradicionais que são procuradoria e controle interno, portanto, vamos ficar em nove diretorias, e as reduções de custos que chegarão a 40% - disse o senador.

Segundo ele, as sugestões dos servidores foram encaminhadas aos técnicos da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que já realizam um estudo semelhante com o mesmo objetivo. - O relatório dos servidores nós entregamos para a FGV para que haja uma discussão e uma fusão de ideias - explicou.

A comissão de servidores sugere cortes menores dos que já foram preliminarmente anunciados pela FGV. Enquanto a Fundação propõe uma redução de 31,6% nos cargos gerenciais, chegando a 412 funções, os servidores sugerem uma redução de 26,4%, ficando em 443 funções gerenciais.

Em relação às funções "no topo da hierarquia" da Casa, a FGV sugere que se reduza dos atuais 25,7% para 22,6% o que geraria uma redução de gastos de, em média, R$ 340 mil (31%).

Já o estudo dos servidores propõe uma redução de 11% nos cargos de alta hierarquia o que geraria uma redução de gastos de R$ 292 mil (27,4%).

Na visão do primeiro-secretário, no entanto, as diferenças são mínimas. - É menor, mas é bem próximo, é menos de 10% a diferença de um para o outro. O importante é que com essas sugestões a gente chegue ao número ideal para o Senado -disse.

A FGV pediu um prazo de 20 dias para analisar a proposta dos servidores e fechar o texto final das mudanças que serão implementadas.