Petrobras interrompe produção do Campo de Tupi na região do pré-sal

Nielmar de Oliveira , Agência Brasil

RIO DE JANEIRO - A Petrobras informou nesta segunda-feira, que foi obrigada a fechar o poço de produção do Campo de Tupi, na região do pré-sal da Bacia de Santos. A empresa realizava um Teste de Longa Duração (TLD), no local.

A empresa suspendeu, temporariamente, a produção no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos por causa de um problema de fabricação nos parafusos de fixação da árvore de natal molhada - equipamento submarino de controle da produção.

De acordo com a Petrobras, não há vazamento de petróleo na área. Preventivamente, no entanto, a companhia decidiu substituir o equipamento. Os testes, realizados para avaliar a produção e as demais atividades no reservatório, serão retomados assim que for feita a substituição.

A Petrobras destacou que o problema verificado não está relacionado com aspectos de produção do campo ou de tecnologia e não tem impacto no desenvolvimento do polo .

O campo de Tupi é operado pela Petrobras (65%) em parceria com a britânica BG Group (25%) e com a portuguesa Galp Energia (10%).

Na semana passada, a Petrobras divulgou o início o primeiro refino de petróleo da camada pré-sal da Bacia de Santos, na Refinaria de Capuava (Recap), em São Paulo.