Governo gaúcho divulga nota rebatendo denúncia de caixa 2

Portal Terra

DA REDAÇÃO - No início da tarde desta segunda-feira, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul lançou em seu site oficial uma nota de esclarecimento sobre as informações divulgadas no jornal Zero Hora. O jornal teria obtido acesso ao documento encaminhado por Lair Ferst ao Ministério Público Federal, detalhando 20 supostas irregularidades que teriam ocorrido na campanha eleitoral de 2006 e no início do mandato da governadora Yeda Crusius.

Leia na íntegra a nota:

"Nota de Esclarecimento.

Em face das informações publicadas no jornal Zero Hora de 6 de julho corrente, o Governo do Estado, em respeito à democracia e à população do Rio Grande do Sul esclarece que:

1º. Não há nada de novo na divulgação do referido jornal.

2º. Todas as supostas denúncias são fatos já mencionados no passado, sem qualquer comprovação, com o claro objetivo de criar dúvida e estabelecer desconfiança na relação do Governo com a sociedade;

3º. A eleição terminou. Todas as contas da campanha eleitoral foram julgadas, auditadas pelos órgãos competentes e aprovadas, o que permitiu a diplomação da Governadora. As mesmas estão à disposição no Portal do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul.

4º. Em relação à compra da casa, o fato já foi investigado pelo Ministério Público Estadual, que determinou o arquivamento da investigação dado a legalidade comprovada pela análise da farta documentação disponibilizada pela Governadora.

5º. O Governo continua empenhado em manter a governabilidade do Estado e garantir o cumprimento de suas responsabilidades na gestão dos serviços públicos.

6ª. Celebrando o pleno Estado de Direito vigente no País, o Governo do Estado aguarda com serenidade o desenvolvimento das investigações, confiando que a Justiça seja feita e, respeitando todos os princípios democráticos, reafirma sua obrigação de responsabilizar os que na ânsia de atacar e agredir afrontam a verdade e violentam a imagem de pessoas e instituições".