ES: padrasto é acusado de espancar e colocar bebê na geladeira

Portal Terra

VITÓRIA - Um homem é acusado de espancar e colocar dentro da geladeira um bebê de apenas um ano e três meses, na tarde deste domingo, no bairro Jardim Carapina, em Serra (ES), região metropolitana de Vitória. O suspeito, que seria o padrasto da criança, está foragido.

A denúncia foi feita pela avó da criança, que chamou a polícia. Ela tinha ido à casa da filha para visitar o neto e encontrou o menino com o rosto inchado e um sangramento no nariz. Segundo relato da mãe da criança à polícia, o menino foi agredido pelo padrasto, que estava bebendo em um bar e ficou irritado ao voltar para casa e encontrar o bebê chorando.

Quando os militares chegaram ao local, encontraram toda a família na residência. Questionados sobre os ferimentos, mãe e padrasto afirmaram que a criança havia caído da bicicleta e a mulher pediu ajuda para levar a criança ao hospital. Mas após entrar na viatura e se afastar de casa, a mãe desmentiu a versão de acidente e contou aos militares que o marido tinha agredido a criança. Os policiais retornaram imediatamente à residência, mas o acusado já tinha fugido. Questionada sobre os motivos que a levaram a confirmar inicialmente a versão de acidente, a mulher alegou que teve medo de ser agredida também.

A mãe da criança, uma faxineira de 20 anos, contou que o acusado vive com ela há cerca de três meses e, nesse tempo, já agrediu o bebê outras vezes. Em uma outra ocasião, a criança teria sido trancada "de castigo" dentro da geladeira.

Segundo moradores do bairro, o homem fugiu de bicicleta. A polícia chegou a realizar buscas na região, mas não conseguiu localizar o acusado. O menino foi levado para o Hospital Infantil de Vitória, onde está internado em observação. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o bebê passa bem, mas precisa ficar em observação e, por enquanto, não há previsão de alta.