Para reestruturar Senado, novo diretor convoca conselho

Portal Terra

BRASÍLIA - O novo diretor-geral do Senado, Haroldo Tajra, reuniu nesta sexta-feira o Conselho de Administração, que não era convocado para deliberação há mais de 15 anos. Composto por vários diretores da Casa, o conselho terá por meta principal discutir e apresentar soluções, de forma colegiada, para assuntos de interesse do Senado. As informações são da Agência Senado

Tajra assumiu o cargo após o Senado pedir o afastamento do ex-diretor-geral, Alexandre Gazineo e do diretor de Recursos Humanos, Ralf Campos. A saída de Ganizeo foi uma das medidas propostas com o objetivo de moralizar a Casa. Na semana passada, um grupo de senadores entregou à mesa diretora uma lista de propostas que contou com a assinatura de 20 senadores de partidos como PT, PSDB, PDT, DEM e PSB.

Uma das primeiras providências do conselho, conforme adiantou Tajra, será a condução do processo de reestruturação da Casa, em comum acordo com as recomendações da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

- A instalação do conselho representa uma nova fase de administração do Senado - resumiu o diretor-geral.

Tajra negou, entretanto, que a reativação do Conselho de Administração tenha sido feita em virtude das sindicâncias que investigam denúncias de irregularidades na Casa. Para ele, trata-se apenas de uma maneira pessoal de administração, ou seja, mais democrática e eficiente.

O primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), que compareceu à instalação do conselho, pediu a todos os diretores empenho para que o Senado se recupere logo da crise administrativa.

A idéia é reunir o conselho a cada 15 dias, às sextas-feiras, a partir das 16h. Na reunião de instalação ficou decidido que os diretores não receberão qualquer tipo de remuneração.