Governo anuncia investimento de R$ 54 mi na prevenção contra as drogas

Agência Brasil

DA REDAÇÃO - Ações de prevenção contra o uso de drogas e álcool em cinco regiões metropolitanas do país vão receber R$ 54 milhões do governo federal, em uma primeira etapa. O anúncio foi feito hoje (26) no lançamento do programa Ações Integradas na Prevenção ao Uso de Drogas e Violência, em Porto Alegre.

O objetivo central do programa é combater a associação entre drogas, violência e juventude. Serão priorizadas inicialmente áreas em que vivem cerca de 22 milhões de habitantes, nas cidades de Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES), Salvador (BA), além do Distrito Federal (DF) e Entorno.

Serão capacitados profissionais potencialmente influentes em suas comunidades - conselheiros municipais, professores, profissionais de segurança pública, profissionais de saúde, lideranças religiosas e operadores do direito - para atuar como multiplicadores de informação preventiva. A expectativa é capacitar pelo menos 80 mil pessoas. Materiais como cartilhas, livros informativos e jogos interativos serão distribuídos para toda a população.

Ações para otimizar a rede de serviços de tratamento e a reinserção social do usuário de drogas também estão previstas. "O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou que este tema fosse levado adiante para se ter um política nacional sobre drogas. Vamos preparar esses gestores, qualificá-los, treiná-los para promover ações de prevenção articuladas com a necessidade de tratamento e reinserção social dos jovens em contato com a droga. A partir de hoje, no bairro Bom Jesus, aqui em Porto Alegre, começa um grande enfrentamento às drogas no país", afirmou em entrevista por telefone o secretário do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), Ronaldo Teixeira.

Do ponto de vista da repressão, serão intensificadas operações de combate ao tráfico de drogas nas áreas abordadas. "Recentemente descobrimos na divisa da Bolívia com o Brasil dez pistas de pouso clandestinas que eram usadas para o tráfico ter fluência na fronteira brasileira. Vamos articular as ações repressivas com as de caráter preventivo. Só assim poderemos reduzir os índices de criminalidade e combater com sucesso o tráfico", disse Teixeira.

Os Territórios de Paz do Pronasci comunidades que recebem mais de 20 ações simultâneas de segurança nas comunidades do Complexo do Alemão (RJ), do bairro de Santo Amaro (PE), da ZAP-5 (AC), do Itapuã (DF), de São Pedro (ES) e de Benedito Bentes em Maceió (AL) também são alvos do trabalho de prevenção. Os jovens merecerão atenção especial. "Ela juventude é a maior vítima da violência e o maior vitimizador", ressaltou Teixeira.

As iniciativas do novo programa envolvem, além do Ministério da Justiça, a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) e o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.