Só se fala nos defeitos do Poder Legislativo, reclama Sarney

Portal Terra

BRASÍLIA - Um dia após discursar se protegendo de denúncias, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), voltou a defender o Poder Legislativo nesta quarta-feira. Sarney participou do lançamento de uma campanha para divulgar a imagem do Congresso.

A campanha consiste em peças publicitárias que serão veiculadas em emissoras públicas e trata de projetos aprovados pelo Congresso que fizeram a diferença na vida das pessoas, como a Lei Maria da Penha e a ampliação da licença a maternidade.

Ao comentar a campanha, Sarney disse que é importante lembrar a população sobre as ações do Congresso, já que muitas vezes, segundo ele, o poder legislativo só é lembrado por seus "defeitos".

"Muitas vezes só se fala nos defeitos do poder legislativo. Por quê? Porque dos três poderes é o único que decide com o povo influindo. (...) Aqui a população participa das votações", disse.

Sarney elogiou a liberdade de imprensa e criticou "abusos ferozes", mas analisou que este é um problema enfrentado por todos os parlamentos do mundo.

"Temos muitos abusos, abusos estes intoleráveis que existem hoje. E não é uma crise do parlamento brasileiro, é uma crise dos parlamentos do mundo todo e que nós temos que responder por isso", afirmou.

"A nossa função é justamente essa: a de responder a isso e procurar de toda maneira que tenhamos condições de corrigir todos esses erros e fazer com que o povo não olhe o parlamento pelos seus defeitos. Nossos valores parlamentares não podem ser julgados pela imperfeição do exercício dos valores morais e pelos valores do parlamento que são feitos muitos vezes por maus parlamentares a quem nós devemos combater", concluiu.