Pai que incentivou criança a matar pode perder guarda

Portal Terra

FLORIANÓPOLIS - A promotora Viviane Damiani Valcanaia, de Balneário Piçarras (SC), pediu na Justiça a destituição do poder familiar dos pais sobre duas crianças que aparecem em vídeo caseiro sendo ensinadas a cometerem crimes. Nas imagens, um menino de 4 anos e uma menina de 3 anos são incentivados a extorquir dinheiro e matar as vítimas.

Segundo a promotora, o pedido visa afastar as crianças de um ambiente familiar "nocivo" e pode dar início ao processo de adoção por uma outra família. As crianças estão afastadas da família desde sexta e foram encaminhadas para um local "seguro e sigiloso" por determinação da Justiça.

A polícia encontrou o vídeo quando investigava a participação do casal no seqüestro de uma professora e do filho dela. No início da semana, as vítimas foram levadas de um hotel na cidade de Penha, litoral catarinense, e só foram soltas depois de 30 horas, a cerca de 600 km do local onde tinham sido raptadas.