Chuvas obrigam 430 mil a deixarem casas em 13 estados

Portal Terra

DA REDAÇÃO - A Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, informou nesta sexta-feira que os desastres provocados por fortes chuvas e enchentes deixaram 294.461 pessoas desalojadas (aquelas que estão hospedadas com amigos ou familiares) e 135.592 desabrigados (aquelas que perderam suas casas e dependem de abrigos públicos). Segundo informações das defesas civis estaduais, 56 pessoas morreram por causa dos desastres em nove Estados: Ceará (18), Maranhão (12), Bahia (7), Alagoas (7), Sergipe (3), Paraíba (2), Pará (3), Pernambuco (3) e Santa Catarina (1).

Os danos causados pelo excesso de chuva atingiram 498 municípios localizados nos Estados do Amapá, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Amazonas, Pará e Santa Catarina.

No Nordeste, o Maranhão registra o maior número de municípios atingidos (108), seguidos pelo Ceará (100), Piauí (41), Rio Grande do Norte (34), Paraíba (34), Pernambuco (25), Bahia (16), Sergipe (10) e Alagoas (19).

No Maranhão, existem 100.092 desalojados e 51.092 estão desabrigados. No Ceará, são 41.495 desalojados e 26.256 desabrigados. Na Bahia, o número de pessoas desalojadas chega a 5.436 e de desabrigados, 2.188. No Piauí e no Rio Grande do Norte, foram registrados 91.634 e 9.215, respectivamente, entre desabrigados e desalojados.

Na Paraíba, são 7.530 desalojados e 75 desabrigados. Em Pernambuco, existem 1.934 pessoas que estão desabrigadas ou desalojadas. Em Sergipe, a chuva deixou 795 desabrigados e 737 desalojados. Em Alagoas, 3.595 ficaram desalojados e 1.933, desabrigados.

Na região Norte, é no Estado do Amazonas onde se encontra o maior número de municípios atingidos, 54, com 59.869 pessoas desalojadas e 11.482 desabrigadas. No Pará, são 46 municípios atingidos pela chuva com 11.105 desabrigados. No Amapá, um município foi atingido pela chuva que deixou 40 pessoas desalojadas.

Em Santa Catarina, os danos causados pela chuva atingiram dez municípios e uma população de 3.550 pessoas, deixando 3.333 desalojados e 217 desabrigados.

A Sedec diz ter enviado ajuda humanitária na forma de material de limpeza, roupas de cama e cestas de alimentos.