ANP leiloa 460 mi de litros de biodiesel de 39 unidades produtoras

Agência Brasil

BRASÍLIA - A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) licitou hoje (29) os 460 milhões de litros de biodiesel ofertados ao preço médio de R$ 2,31 por litro, com um deságio médio de 2,16%. Participaram do pregão 39 unidades produtoras, segundo informação da assessoria de imprensa da ANP. O maior volume, equivalente a 61 milhões de litros, foi vendido pela empresa Granol.

Foi o 14º leilão de biodiesel realizado pela ANP, e o primeiro visando à adição de 4% de biodiesel ao diesel (B4). A operação atendeu à resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que fixou em 4% o percentual mínimo obrigatório de adição de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final.

O objetivo da ANP com o leilão de biodiesel é garantir o abastecimento do mercado interno, no terceiro trimestre, com a mistura B4, que deverá vigorar a partir de 1º de julho próximo. O biodiesel foi adquirido pela Petrobras e pela Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) e deverá ser entregue no período de julho a setembro deste ano.

O leilão foi realizado em duas etapas, nas quais foram consideradas vencedoras as ofertas de menor preço. Na primeira, foram licitados 368 milhões de litros, correspondendo a 80% do volume total. Etapa destinada exclusivamente para os produtores de biodiesel detentores do Selo Combustível Social.

A segunda fase do leilão englobou os 92 milhões de litros restantes e foi franqueada aos produtores autorizados pela ANP e pela Receita Federal. O preço máximo de referência no pregão foi estabelecido em R$ 2,36 por litro.