Sarney e mais 3 senadores terão de devolver auxílio-moradia

Portal Terra

BRASÍLIA - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e outros três senadores terão de devolver os valores recebidos de forma irregular como auxílio-moradia. A decisão foi tomada na manhã desta quinta-feira, pela Mesa Diretora da Câmara, segundo informaram assessores do gabinete do terceiro secretário da Mesa, Mão Santa (PMDB-PI).

Além de Sarney, João Pedro (PT-AM), Cícero Lucena (PSDB-PB) e Gilberto Gollner (DEM-MT) terão descontados, a cada mês, 10% do valor de seus salários, até que o valor da dívida seja coberto. De acordo com a assessoria de Mão Santa, a devolução de valores nestes moldes está prevista em lei.

Matéria publicada pelo jornal Folha de S.Paulo indicou que Sarney e outros parlamentares recebem auxílio-moradia de R$ 3,8 mil, mesmo tendo residência fixa em Brasília.