Florianópolis anuncia túnel submarino de R$ 590 mi

Fabrício Escandiuzzi, Portal Terra

FLORIANÓPOLIS - O prefeito de Florianópolis, Dário Berger (PMDB) anunciou o início de um projeto de construção de um túnel submarino que ligaria a região central da cidade ao continente e é orçado em R$ 590 milhões.

Um pacote de projetos de mobilidade foi divulgado nesta quinta-feira. O túnel, com cerca de 1.150 km, contará com seis pistas e deve entrar no pacote de mobilidade urbana do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal.

De acordo com o prefeito, parcerias público-privadas também são estudadas como estratégias para viabilizar o túnel submarino.

- Temos que resolver com urgência os problemas de acesso a Florianópolis - destacou.

Segundo as informações da prefeitura, o projeto de engenharia deve ser realizado no prazo de seis meses. Também estão previstos no cronograma, em um ano, a emissão de licenças ambientais, e, em três anos, a execução da obra do chamado Eixo Norte.

O acesso entre as regiões continental e insular de Florianópolis é realizado atualmente por duas pontes - Pedro Ivo e Collombo Salles - com quatro pistas cada uma. Os engarrafamentos de final de tarde nas vias de acesso às pontes fazem com que travessia de pouco mais de 1 km seja feita em cerca de 30 minutos.

- Esses projetos de mobilidade são prioridade absoluta da nossa administração - afirmou o prefeito.

Ao todo, nove projetos foram encaminhados a Brasília nesta quinta-feira. Além do túnel submarino, estão previstas duplicações de rodovias que ligam o centro à região norte, novo acesso ao Aeroporto Internacional Hercílio Luz e criação de ciclovias e corredores de transporte urbano.