Vigilantes do DF buscam acordo na tentativa de acabar com a greve

Agência Brasil

BRASÍLIA - Em greve desde segunda-feira (25), os vigilantes do Distrito Federal voltam a se reunir nesta quinta-feira, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na tentativa de um acordo que ponha fim à paralisação da categoria.

Na reunião desta quarta, segundo o Sindicato dos Vigilantes, não houve negociação com relação às reivindicações de aumento de 15% sobre o piso salarial e de acréscimo de R$ 6 no vale refeição diário da categoria. Apenas os índices econômicos sobre os salários foram discutidos.

Participaram da reunião o presidente do Sindicato dos Vigilantes, Jervalino Bispo, o vice-presidente Vicente de Oliveira e o presidente do sindicato patronal, Rodrigo Pavoni.

De acordo com o Sindicato dos Vigilantes, a greve atinge pelo menos 70% dos cerca de 15 mil profissionais que atuam no Distrito Federal.