MP pede rejeição de contas de Kassab e vereadores

Portal Terra

SÃO PAULO - O Ministério Público Eleitoral pediu, na terça-feira, a rejeição das contas das campanhas do prefeito Gilberto Kassab (DEM) e de 14 vereadores. O promotor da 1ª Zona Eleitoral Maurício Antônio Ribeiro Lopes considerou irregulares as contribuições feitas por empreiteiras que atuam como concessionárias de serviços públicos. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

O promotor questionou, no caso de Kassab, as doações da Associação Imobiliária Brasileira (AIB), ligada ao Secovi-SP que integra a lista do TSE de suspeitos de financiamento ilegal de campanha, e as contribuições realizadas pelo banco Itaú. Segundo o jornal, o banco disse ter um Comitê de Contribuição Política, 'para assegurar a conduta ética desse processo'.

As empreiteiras Camargo Corrêa e CR Almeida afirmaram, de acordo com a Folha, que as doações foram declaradas e legais. A Serveng Civilisan disse que não se pronunciará até ser notificada e a OAS não se manifestou.