CPI da Petrobras deve apurar gestão de FHC, diz petista

REUTERS

DA REDAÇÃO - Cotado para presidir a CPI da Petrobras, o senador João Pedro (PT-AM) defendeu nesta quarta-feira que a comissão investigue a administração da empresa durante o governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002).

Segundo o parlamentar, a iniciativa faria parte da estratégia dos senadores aliados de fazer a "defesa" da Petrobras. A CPI foi criada por iniciativa da oposição, capitaneada pelo PSDB.

- Acho que temos que ir no passado. Eu defendo isso - disse Pedro - Temos que investigar os gestores do governo Fernando Henrique, o acidente da plataforma P-36 e outros acidentes gravíssimos que aconteceram no governo anterior.

Suplente do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, que se licenciou do Senado para assumir o ministério, Pedro reconheceu que a CPI não terá como esconder os fatos que surgirem durante as apurações. Ponderou, entretanto, que a comissão não deve "embarcar em ilações".

Os líderes partidários indicaram na noite da terça-feira os senadores que integrarão a CPI, mas ainda negociam quem presidirá e relatará a investigação. A primeira sessão da comissão está agendada para a próxima terça-feira.