CNJ suspende pagamento extra no TJ de São Paulo

Jornal do Brasil

BRASÍLIA - O Conselho Nacional de Justiça decidiu, nesta terça-feira, instaurar reclamação disciplinar contra o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Roberto Vallim Bellocchi, por descumprimento de pedido de informações referentes ao pagamento do chamado auxílio-voto a juízes de primeiro grau convocados para atuar, provisoriamente, na segunda instância.

Por 11 votos a dois, os conselheiros determinaram, ainda, a suspensão do pagamento desse auxílio, até que a Corregedoria Nacional realize uma inspeção para apurar sua legalidade e tomar as providências cabíveis, inclusive a devolução dos montantes recebidos pelos juízes. De acordo com o relator do processo, conselheiro Joaquim Falcão, pelo menos 13 magistrados receberam mais de R$ 40 mil referentes ao auxílio-voto, em um ano.