Câmara adia para amanhã votação de emendas do Senado à MP 454

Iolando Lourenço, Agência Brasil

BRASÍLIA - A Câmara dos Deputados adiou para esta quarta-feira a discussão e votação das emendas do Senado à Medida Provisória (MP) 454, que dispõe sobre a transferência de terras da União para o estado de Roraima e a ampliação do uso desses imóveis. Na votação do Senado, foram aprovadas três emendas que incluem o estado do Amapá como beneficiário das novas regras.

O relator da MP, deputado Urzeni Rocha (PSDB-RR), acolheu as emendas do Senado a seu parecer e recomendou a aprovação delas. Mas a proposta não pôde ser votada devido à obstrução feita pelo DEM, que apresentou diversos requerimentos propondo sua retirada de pauta.

O líder do DEM, deputado Ronaldo Caiado (GO), disse que a obstrução foi feita em protesto porque os líderes dos partidos da base governista teriam quebrado acordo que prevê a votação de requerimento de urgência para votação da reforma política.

Nesta quarta, a partir das 10 horas, o plenário da Câmara será transformado em comissão geral destinada a debater as propostas e sugestões das cinco comissões especiais criadas na Casa para analisar os impactos da crise econômica e oferecer sugestões para o seu enfrentamento.