Cidade vende imóveis para pavimentar ruas em SC

Portal Terra

FLORIANÓPOLIS - A prefeitura de Siderópolis (SC), distante cerca de 300 km da capital Florianópolis, tem loteado e vendido terrenos públicos para poder investir em pavimentação no município catarinense. O problema da falta de dinheiro tem refletido na vida dos 13 mil habitantes da cidade. A administração municipal informa ter perdido só este ano mais de 10% de sua renda devido à queda na arrecadação de impostos.

O maior problema de quem vive na rua Luiz Damin, no bairro de Santa Luzia, são os dias de chuva. Segundo os moradores, a via em aclive fica cheia de lama, impedindo que eles consigam entrar em suas próprias residências. Os veículos patinam e não conseguem subir.

A administração local reconhece passar "por sérios problemas financeiros" e esclarece estar trabalhando para melhorar a situação. O município, que arrecada mensalmente R$ 1 milhão, teve uma queda de R$ 400 mil nos quatro primeiros meses do ano devido à redução na arrecadação de ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços). Outros impostos também sofreram queda.

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura de Siderópolis, um terreno próximo à rodoviária foi dividido em 18 lotes e colocado à venda. Nove imóveis já foram negociados e o município já arrecadou R$ 400 mil, que estão sendo investidos exclusivamente na pavimentação de vias. A expectativa é receber mais R$ 400 mil com a comercialização dos demais lotes.

O município, esclarece a prefeitura, sofre com a devastação causada pelos temporais ocorridos no final do ano passado e que atingiram várias regiões do estado. Além disso, a crise financeira teria contribuído para a piora na situação econômica da cidade.

Quatro bairros de Siderópolis serão beneficiados com a venda dos terrenos. Mas ainda não será desta vez que a rua Luiz Damin será pavimentada. O bairro de Santa Luiza sequer está na lista das regiões que receberão pavimento ainda este ano.