Carros brasileiros são revendidos ilegalmente na Bolívia

Portal Terra

SÃO PAULO - Carros roubados em diversos estados brasileiros são financiados de forma fraudulenta em San Martin, cidade boliviana com dez mil habitantes na fronteira com Mato Grosso. A grande quantidade de veículos comercializados irregularmente na região - que também ajuda a manter o tráfico de drogas - alertou nos últimos meses a polícia brasileira. As informações são do Fantástico.

Os golpes, chamados de Finam, consistem na revenda por qualquer preço de veículos registrados no nome de laranjas e endereços falsos.

- Os carros são levados para a Bolívia e lá acabam sendo trocados por droga - disse o delegado Rogers Jarbas ao telejornal.

De acordo com a polícia, as quadrilhas utilizam estradas clandestinas, onde não há fiscalização, para passar com drogas e carros roubados. Além disso, utilizam a violência para manter o controle da região. No mês passado, divulga o programa dominical, os corpos de seis brasileiros que teriam envolvimento com o narcotráfico foram localizados em uma fazenda de San Matias.

Para ajudar a combater o problema, as autoridades aconselham as pessoas a não fornecerem cópias de seus documentos, não adquirirem veículos no nome de terceiros, pois podem ser responsabilizados criminalmente pela prática.

Conforme o Fantástico, agentes federais explodiram recentemente sete estradas clandestinas, mas um dos acessos já foi reconstruído. A polícia garante que o problema é combatido, mas ainda não é possível contê-lo de forma eficiente.