Ministro nega HC a acusado de enviar mais de R$ 2 bi para o exterior

Jornal do Brasil

BRASÍLIA - O ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal, negou, nesta teça-feira, o pedido de arquivamento de uma ação penal formulado pelo ex-diretor financeiro da Bombril S/A, Joamir Alves, acusado de crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro. Ele teria remetido para o exterior a quantia de R$ 2,223 bilhões, considerada pelo Ministério Público Federal a maior lavagem de dinheiro operada no Brasil a partir de uma única empresa .