Governo reduz meta de assentados de 100 mil para 75 mil

Portal Terra

BRASÍLIA - O governo federal reduziu de 100 mil para 75 mil a meta de famílias assentadas no país para este ano. Com a diminuição, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) avalia que agora está mais próximo da sua real capacidade operacional.

Desde o início do governo Lula, em 2003, essa meta só foi cumprida em 2005, o que, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo, foi um dos motivos que levaram à redução, além de questões orçamentárias. Em 2007 e 2008, com a mesma meta de 100 mil famílias assentadas, o Incra beneficiou 67,5 mil e 70,1 mil famílias nos dois anos.

Outro motivo que levou ao corte foi a redução do orçamento para obtenção de terra, que foi de R$ 950 milhões para R$ 500 milhões, sendo que R$ 300 milhões já foram gastos.

Segundo o Incra, a nova meta representa um equilíbrio maior com o desenvolvimentos dos assentamentos. O instituto afirmou ainda que buscará uma suplementação orçamentária e que as famílias assentadas terão prioridade.