Chuva deixa plantações submersas no RN

Portal Terra

NATAL - O secretário de Justiça e Cidadania e presidente da Comissão Estadual de Defesa Civil do Rio Grande do Norte, Leonardo Arruda Câmara, afirmou neste domingo que as chuvas que têm causado alagamentos no estado trouxeram "graves reflexos na economia". Segundo Câmara, grandes produtores de banana e manga para exportação tiveram prejuízos com a chuva. - Está quase tudo submerso. As plantações são ao longo do rio - afirmou. Ele disse ainda que a produção de peças em cerâmica, atividade importante no estado, está paralisada porque não há de onde tirar a argila.

No sábado, houve uma reunião entre a Defesa Civil, a governadora Wilma de Faria (PSB) e dez prefeitos das áreas mais atingidas para tratar do assunto. A Petrobras, a Polícia Federal e a Aeronáutica disponibilizaram três helicópteros para resgatar as pessoas ilhadas.

De acordo com o secretário, as cidades de Alto do Rodrigues, Ipanguaçu e Pendências estão parcialmente alagadas. Além destas, outros dez municípios estão em situação de emergência: Angicos, Alto do Rodrigues, Apodi, Assú, Campo Grande, Espírito Santo, Governador Dix-Sept Rosado, Mossoró, Upanema, Porto do Mangue e São Rafael.

As duas maiores barragens do estado, a Armando Ribeiro Gonçalves, na região de Assú, e Santa Cruz, na região do Apodi, transbordaram. Mais de 20 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas.

Ontem, um comboio do Exército foi até à região levando cerca de 6 mil cestas básicas.