Dobra o número de suspeitos de gripe suína no Brasil

JB Online

BRASÍLIA - Além do estado de emergência declarado ontem por Minas Gerais, que permite comprar 6 milhões de máscaras cirúrgicas para equipar médicos e distribuí-las entre a população, o brasileiro tem mais motivos para se preocupar. O número de casos suspeitos de gripe suína no país dobrou, indo de sete para 14 em apenas 24 horas, reforçando a certeza de que o vírus vai chegar aqui, já manifestada pelo próprio ministro da Saúde, José Gomes Temporão. A notícia foi divulgada há pouco pelo Ministério da Saúde após novo balanço.

Seis casos são no Estado de São Paulo, quatro no Rio de Janeiro, três em Minas Gerais, e um no Espírito Santo. Segundo o ministério, 37 casos estão sendo monitorados em 14 Estados; 38 casos foram descartados por critérios clínicos e epidemiológicos ou laboratoriais.

Os sintomas que podem indicar casos suspeitos da doença são febre alta de maneira repentina e tosse, podendo estar acompanhadas de dores de cabeça, dores musculares e nas articulações e dificuldade respiratória.

Além disso, os sintomas devem ter aparecido até dez dias depois de o paciente ter estado em países que reportam casos da doença ou em contato com pessoas classificadas como casos suspeitos.

Até agora, a Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou 615 casos da doença em 15 países. No México, país com mais registros da gripe suína, já são 397 casos confirmados, com 16 mortes. Nos Estados Unidos, há 141 casos comprovados e uma morte.