Lupi diz a trabalhadores para não aceitarem redução de salário

Agência Brasil

BRASÍLIA - O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, disse nesta sexta-feira que 'os trabalhadores devem se recusar a participar de qualquer tipo de negociação que reduza seus salários'. Ele falou ao participar da festa do Dia do Trabalho, promovida pela União Geral dos Trabalhadores (UGT), pela Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e pela Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST).

A festa, organizada pelas três centrais sindicais, homenageou o piloto de Fórmula 1, Airton Senna, morto há 15 anos, no dia 1º de maio. De acordo com o presidente da UGT, Ricardo Patah, a temática foi escolhida pelo 'peso simbólico' de Senna.

'Porque ele era um homem que, além de vencedor, tinha uma qualidade de superar a adversidade'. Segundo Patah, estiveram presentes cerca de 300 mil pessoas à festa, realizada na Avenida São João, centro da capital paulista.