Indiciamento de Dantas foi bom para o País, diz Protógenes

Portal Terra

SÃO PAULO - O delegado afastado da Polícia Federal Protógenes Queiroz afirmou, em evento da Força Sindical para comemorar o Dia do Trabalho, que o indiciamento do banqueiro Daniel Dantas foi 'bom para o país'. - Eu não considero que tenha sido uma vitória minha. Foi a vitória da Justiça brasileira, do povo e do Brasil. A Justiça brasileira e a Justiça Federal já vêm há muitos anos dando exemplo para a população - disse. - Exemplos de que devemos trabalhar com honestidade e com dignidade. Mostra que não compensa corromper, permear recursos, roubar, fazer coisa errada. O que a Justiça fez foi o que a população queria. É bom para o país - acrescentou.

Dantas foi indiciado pela PF, juntamente com mais 12 pessoas, pelos crimes de gestão fraudulenta, formação de quadrilha, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e empréstimo vedado.

O comentário de Protógenes faz referência também ao arquivamento de um procedimento contra o juiz Fausto De Sanctis, da 6ª Vara, instaurado no Tribunal Regional Federal por ofício do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, na noite de ontem. Mendes questionou a conduta de De Sanctis na Operação Satiagraha, acusando-o de desrespeitar o STF com o segundo pedido de prisão do banqueiro Daniel Dantas, depois da concessão de habeas-corpus.

Protógenes participa do evento, que acontece desde as 7h deste sábado na praça Campo de Bagatelle, zona norte de São Paulo, a convite da Força Sindical. Ele disse que não foi ao local para fazer campanha política, apesar de já ter manifestado a intenção de se candidatar a uma vaga no Legislativo no próximo ano.