Presidente do STF elogia trabalho da CPI das Escutas

Portal Terra

BRASÍLIA - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, avaliou como positivo o resultado dos trabalhos da CPI das Escutas Telefônicas Clandestinas, cujo relatório final será discutido e votado nesta quinta-feira. O relator, deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), no entanto, não deve apresentar nenhum indiciamento.

- Eu tenho a impressão que, independentemente do resultado quanto a indiciamentos, essa CPI prestou um grande serviço ao Brasil. Iluminou esse quadro de abusos que vinha sendo perpetrado, que vinha sendo desenvolvido de forma sistemática - afirmou Mendes.

O relatório foi lido por Pellegrino na semana passada. No texto, não constavam os indiciamentos do banqueiro Daniel Dantas, do delegado Protógenes Queiroz e o ex-diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Paulo Lacerda.

Segundo informou nesta quinta-feira a Agência Câmara, após a pressão de alguns deputados que insistem nos indiciamentos, Pellegrino afirmou que pode haver mudanças nesse sentido. - Em relação ao Daniel Dantas, pode ter mudança. Estou analisando alguns documentos - afirmou. Já em relação a Queiroz e Lacerda, o texto do relatório não deve ser alterado.