Senado avaliará impactos nas exportações e consumo de carne de porco

Marcos Chagas , Agência Brasil

BRASÍLIA - A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado vai debater na reunião da próxima terça-feira (5), às 9h30, os possíveis impactos da gripe suína no Brasil.

Segundo o presidente da comissão, Valter Pereira (PMDB-MS), a suinocultura brasileira, que já apresentava perdas financeiras com a crise econômica mundial, agora tomou o tiro de misericórdia com a queda no consumo da carne de porco.

Vários países já suspenderam as importações de carne de porco do México, dos Estados Unidos e do Canadá, onde foi notificado o maior número de casos de gripe suína. De acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil, 20 pessoas estão sob observação.

O senador Valter Pereira pretende convidar para a audiência pública de terça-feira os ministros da Agricultura, Reinhold Stephanes, e da Saúde, José Gomes Temporão. Pereira vai conversar com os membros da comissão para avaliar o convite de outros nomes.

A audiência pública já estava prevista na agenda da Comissão de Agricultura. No entanto, com o impacto da gripe suína no setor, Pereira considera que o foco do debate mudou completamente. Ele disse que cresce no país o temor com as notícias sobre o aumento do número de casos e as informações equivocadas que, segundo ele, têm comprometido a venda de carne de porco.