Dilma sairá fortalecida politicamente de tratamento, diz Garcia

REUTERS

BRASÍLIA - A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, sairá fortalecida politicamente do tratamento de um linfoma, afirmou na segunda-feira o assessor especial para assuntos internacionais da Presidência, Marco Aurélio Garcia.

Ex-presidente do PT e citado como possível candidato a retornar ao cargo, Garcia disse que, do ponto de vista médico, a ministra "tira de letra" a doença.

Do ponto de vista político, acrescentou, o episódio "reforçará" a candidatura dela em 2010. A ministra é a escolhida do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para disputar a eleição presidencial pelo PT em 2010, mas seu nome ainda tem de ser referendado pelo partido e pelas siglas aliadas.

- A nossa ministra Dilma já saiu bem dessa, inclusive a coragem que ela enfrentou e a franqueza... Tenho a impressão que deve ter impactado favoravelmente na opinião pública do país - sublinhou Garcia a jornalistas, descartando o risco de aliados abandonarem uma eventual chapa liderada pela chefe da Casa Civil.

- Eu sou dilmista de primeira hora e acho que ela vai sair muito bem - complementou.

No sábado, Dilma comunicou em entrevista que há cerca de três semanas retirou um gânglio da axila esquerda, diagnosticado como linfoma. Para complementar o tratamento, a ministra fará quimioterapia por quatro meses.

(Reportagem de Fernando Exman)