SP: encontrada camisa com sangue de suspeito de matar ex-namorada

Portal Terra

SÃO PAULO - A polícia localizou a camiseta que Janken Ferraz Evangelista, 29 anos, usava ao entrar no condomínio da ex-mulher, Ana Cláudia Melo da Silva, 18 anos. A peça estava manchada de sangue e foi encontrada no estacionamento de um supermercado próximo do apartamento onde a jovem foi assassinada, no Jardim da Saúde, na zona sul de São Paulo. Janken é suspeito pela morte de Ana e por fugir com o filho após o crime.

Câmeras de segurança registraram quando Janken, Ana e a criança entraram no prédio onde ela morava, no domingo. Eles voltavam do jogo de futebol entre Santos e Corinthians. Depois de 40 minutos, as imagens mostram o momento em que Janken deixa o apartamento levando o filho no colo. De acordo com a polícia, ele saiu com uma camisa diferente da que usava ao entrar no prédio.

Ontem, o Ministério Público de São Paulo ofereceu denúncia à Justiça e pediu a prisão preventiva de Janken. Várias denúncias anônimas estão sendo verificadas pela polícia, na tentativa de localizar o suspeito.