Empresários são suspeitos de rifar virgindade de jovem em SP

Portal Terra

SÃO PAULO - Cinco empresários são suspeitos de ter rifado a virgindade de uma adolescente em Mairinque, a 65 km de São Paulo. Os homens teriam promovido orgias com jovens em um prédio que está sendo comprado para abrigar a Câmara de Vereadores do município. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O empresário Elias Gomes, dono do prédio, é suspeito de chefiar o grupo. Os cinco tiveram as prisões decretadas pela Justiça e um deles está preso desde sábado.

Ainda segundo o jornal, a polícia afirmou que uma adolescente de 15 anos e outra jovem, maior de 18 anos, eram obrigadas a aliciar as garotas. Os vizinhos teriam dito que as festas aconteciam também nos finais de semana e os homens e as meninas poderiam ser vistos nus pelo prédio.

Duas jovens que queriam sair do suposto esquema teriam sido perseguidas e ameaçadas por um dos empresários. A polícia encontrou na casa de um dos suspeitos um notebook, fitas de vídeo, CDs, DVDs e máquinas digitais com material pornográfico.

Os cinco empresários são suspeitos de estupro, atentado violento ao pudor, corrupção de menores e outros crimes.