Temer defende perfil ideológico mais claro para partidos

Agência Câmara

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Michel Temer, defendeu nesta terça-feira que os partidos devem recuperar seu perfil ideológico para que, no futuro, o eleitor passe a escolher os candidatos em quem votará pelo que eles representam. A declaração foi feita durante reunião do PPS na Câmara para lançamento do 16º congresso do partido, que será realizado em agosto no Rio de Janeiro, e das prévias para a escolha de quem a sigla apoiará nas eleições presidenciais de 2010. O evento ocorre no plenário 14.

Temer acredita que um posicionamento ideológico claro dos partidos fará com que a representação política seja mais fiel às aspirações do eleitor. Apesar de lembrar que o PPS, oriundo do antigo PCB, sempre teve posições ideológicas claras, o presidente da Câmara disse que esse comportamento tem sido esquecido ao longo do tempo.

No encontro de agosto, o partido vai discutir soluções alternativas às propostas estatistas e keynesianas para a crise econômica mundial. - Não podemos buscar nos modelos do passado a resposta para os desafios deste mundo globalizado. É preciso olhar para o futuro - afirma o presidente nacional do PPS, Roberto Freire.

Antes do encontro nacional, o partido promove congressos municipais e estaduais entre março e junho.

Nas prévias, ainda sem data marcada, os filiados do partido terão três alternativas: o governador de São Paulo, José Serra, do PSDB; o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, também do PSDB, e a opção "outros".