Senado aprova projeto que tipifica crime de seqüestro-relâmpago

Agência Brasil

BRASÍLIA - Após acordo de líderes, o plenário do Senado aprovou, na tarde desta terça-feira, projeto de lei que tipifica o crime de seqüestro-relâmpago no Código Penal, com previsão de pena de seis a 12 anos de reclusão.

Caso o seqüestro resulte em lesão corporal grave, as penas passam a ser de 16 a 24 anos. Em caso de morte, a punição prevista é a reclusão de 24 a 30 anos.

A decisão de manter o texto original alterado pelos deputados será comunicada à Câmara.