Presidente do STF afirma que delação premiada é legítima

Portal Terra

BRASÍLIA - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, defendeu a delação premiada para obter mais informações de réus. Segundo ele, trata-se de um instituto legítimo, aprovado pelo Congresso Nacional e que tem sido utilizado. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Mendes não comentou, no entanto, o caso relacionado ao empresário Marcos Valério, que estaria negociando a redução de sua pena em troca de informações sobre o suposto esquema do mensalão. Ontem, a defesa de Valério e a procuradoria-geral da República negaram qualquer tipo de negociação nesse sentido.