CPI dos grampos ouve agentes da Abin

Agência Brasil

BRASÍLIA - A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Escutas Telefônicas Clandestinas toma hoje, às 10h, o depoimento de dois servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) que trabalharam com o delegado Protógenes Queiroz nas investigações que resultaram na Operação Satiagraha. São eles Lúcio Fábio Godoy de Sá e Jerônimo Jorge da Silva Araújo.

À tarde, a CPI ouve o oficial de Inteligência da Abin, Márcio Seltz, na Câmara dos Deputados.