Mãe de Isabella diz que vai ao julgamento do casal Nardoni

Portal Terra

SÃO PAULO - Ana Carolina Oliveira, mãe da menina Isabella Nardoni, 5 anos, disse que pretende acompanhar o julgamento de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da menina. Os dois são acusados pela morte de Isabella, que foi encontrada ferida no dia 29 de março do ano passado no jardim do prédio onde moravam o pai e a madrasta, na zona norte de São Paulo. A menina chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O inquérito policial apontou que ela foi agredida, asfixiada e jogada do sexto andar do edifício.

Em entrevista ao Fantástico, Ana Carolina não quis comentar a prisão e o indiciamento do casal pela morte da filha. Ela disse que acompanha o processo que está em andamento por meio de sua advogada. - Eu sei de tudo que está acontecendo bem de perto - afirmou.

Ana afirmou que, na hora da leitura da sentença de Alexandre e de Anna Carolina, pretende estar no tribunal. - Acredito que eu acompanhei desde o começo e naquele momento eu também vou estar lá - garantiu.

Uma decisão do juiz Maurício Fossen determinou que o casal seja levado a júri popular. No entanto, os advogados de defesa entraram com um recurso para anular a decisão, que será julgado nesta terça-feira pela 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo. Anna Carolina e Alexandre estão presos em penitenciárias da cidade de Tremembé (SP).

Ana Carolina tem feito terapia e voltou ao trabalho, depois de passar um tempo de licença, logo após a morte de Isabella. - Tenho me dedicado bastante ao trabalho, porque esse é um tempo em que me distraio - revelou.

A mãe de Isabella afirmou que não se acostumou com o assédio que passou a sofrer depois da morte da filha. - As pessoas estranham te ver, as pessoas ficam surpresas. No primeiro momento, algumas não veem, algumas apontam, cutucam - disse. Ela afirmou ainda que tem vontade de ser mãe novamente, mas disse que esse é um plano para o futuro.