Líder petista rebate criticas do ex-presidente FH contra o Congresso

Agência Brasil

BRASÍLIA - O líder do PT na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (SP), considerou como inadequada e destemperada as declarações feitas nesta segunda-feira pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, ao dizer que o Congresso está bambo e vivendo um processo de desmoralização. O líder petista afirmou que os comentários não correspondem à biografia política do ex-presidente.

As declarações de Fernando Henrique foram feitas nesta segunda em palestra na Associação Comercial de São Paulo.

- Fernando Henrique foi presidente por oito anos com o Congresso tendo o atual sistema político, que foi definido na Constituição de 88 - disse. - Todos queremos a reforma política, mas num regime democrático, você não muda a Constituição com tranqüilidade - acrescentou.

Vaccarezza disse que as criticas do ex-presidente não correspondem não combina com a história política do ex-presidente da República.

- Essa declaração não está a altura dele, um ex-presidente da República e intelectual, disse em relação às criticas feitas ao sistema político, o líder afirmou que a reforma política defendida pelo ex-presidente também tem o apoio do PT.

- Mais do que o ex-presidente, o PT defende a reforma política. Lutou, aqui [no Congresso], para viabilizar a reforma política. Quem derrotou a reforma política foi uma parte da oposição. Eu reconheço que outra parte da oposição apoiou. Então nós temos que fazer uma reforma política, mas não se faz reforma política com bravatas, com gritos, com gracejos - disse Vaccarezza.

De acordo com o líder petista, quando se fazia "um carnaval" com a questão do deputado Edmar Moreira (sem partido-MG), a Câmara aprovou a medida provisória mais importante para enfrentar a crise , a MP que autoriza o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal a comprarem instituições financeiras em dificuldades.